Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Pró-Reitoria de Gestão de Pessoas - PROGEPE

Orientações de como proceder em casos suspeitos e diagnosticados de COVID-19.

A equipe da Divisão de Atenção à Saúde do Servidor – DASS/Progepe vem prestar alguns esclarecimentos quanto aos sintomas, casos suspeitos e diagnosticados de COVID-19.

 

           1. Apresentou sinais e sintomas suspeitos de COVID-19?

Manifestando um quadro respiratório agudo, associado de pelo menos 02 (dois) dos seguintes sinais e sintomas: febre, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, diarreia e distúrbios olfativos ou distúrbios gustativos, recomenda-se o isolamento de 48 horas (devendo o servidor realizar suas atividades laborais de forma remota, se possível).

Após o prazo de 48 horas, se houver remissão completa dos sintomas e a suspeita for de outra afecção que não COVID-19, deve o servidor retornar às atividades presenciais. Porém, permanecendo os sintomas e suspeita de COVID-19, deve o servidor procurar o serviço de saúde para avaliação, testagem e monitoramento.

 

  1. Teve contato próximo ou coabita com pessoas diagnosticadas com COVID-19?

 

– Contactante próximo: o servidor não deve se afastar das atividades laborais presenciais, porém enquanto assintomático deverá usar máscara N95 ou Pff2 por 14 (quatorze) dias e fazer higiene das mãos em todos os momentos preconizados, sendo monitorado diariamente pelo gestor do serviço. Deverá ser afastado das atividades se apresentar um quadro sintomático respiratório.

*Definição contactante próximo: uma pessoa que teve contato frente a frente por 15 minutos ou mais e a uma distância inferior a 2 metros, sem uso de máscara por qualquer uma das partes.

– Contactante domiciliar/coabitação: deve o servidor afastar-se das suas atividades laborais presenciais por 7 (sete) dias, independentemente de sintomas. Após o sétimo dia será reavaliado o quadro clínico e epidemiológico. Se confirmação do caso fonte como COVID-19, manter afastamento total por 10 (dez) dias.

Atente para as definições de contactantes, informe e encaminhe a autodeclaração à sua chefia imediata.

 

  1. Testou positivo para COVID-19?


Informe à sua chefia imediata e siga as instruções de saúde e isolamento (devendo o servidor realizar suas atividades laborais de forma remota, se possível).

 

Os servidores que por motivo de agravamento dos sinais e sintomas não conseguirem desenvolver suas atividades laborais de forma remota, devem informar à DASS através do endereço eletrônico: <pericia.siass@ufersa.edu.br>, para prosseguirmos com o agendamento de perícia médica, posteriormente.

 

ATENÇÃO 1: Não se faz necessário o envio de atestado médico, exceto se o afastamento for superior a 10 (dez) dias. Deve ser enviado somente o teste RT-PCR ou antígeno nasal com laudo oficial de serviço de saúde, farmácias ou laboratórios.

ATENÇÃO 2: Casos suspeitos ou confirmados de COVID-19, devem ser informados à DASS pelo e-mail: <pericia.siass@ufersa.edu.br>; para monitoramento, estatística e adoção de medidas em relação ao ambiente de trabalho.

Outrossim, as autodeclarações encontram-se disponíveis na  página da Progepe: <https://progepe.ufersa.edu.br/instrucao-normativa-no-109-de-29-de-outubro-de-2020/>.

A homologação do afastamento no ponto eletrônico do servidor deve ser feita pela sua chefia competente.

30 de março de 2021. Visualizações: 996. Última modificação: 31/01/2022 14:26:34